Convênios e LazerClube da Caixa e Sindiscose celebram convênio

Clube da Caixa e Sindiscose celebram convênio

O Sindiscose assinou na tarde desta sexta-feira, 29 de janeiro, convênio com a APCEF(Clube da Caixa), é mais um opção de lazer em um espaço diferenciado a partir de condições super vantajosas apenas para quem é associado ao Sindiscose.

Mais detalhes e adesão apenas a partir do seu Sindicato com o Diretor Tomé.

✅Adesão: R$ 210,00
✅Mensalidade: R$ 105,00

O QUE TEM DIREITO

✅ O associado titular tem direito a colocar como dependentes pai e mãe, filha(o) ou
enteada(o) até 24 anos, além de sogro e sogra que é um diferencial do nosso clube.
✅Também tem direito a oito (8) convites por mês;
✅ Descontos especiais nas modalidades esportivas oferecidas no clube;
✅Recebe inteiramente grátis o cartão APCEF+Saúde, que dá direito a descontos
especiais em exames, consultas, procedimentos médicos e estéticos, odontologia,
SPA, Bottox, Esportes, Alimentação Saudável, Academia e diversos segmentos na
área de saúde e qualidade de vida;

Diretoria participa de ato Fora Bolsonaro

Ao todo, houve 314 manifestações em 304 municípios brasileiros e em 18 países.

Sindiscose e CRESS assinam acordo coletivo 2021

Sindicato e Conselho entraram em entendimento no último dia 29 de setembro a respeito do acordo coletivo da servidoras do CRESS Sergipe.

Sindiscose e CREFITO 17 assinam acordo que reajusta salários em 8,83%

O valor corresponde ao somatório do INPC referente aos anos de 2020 e 2021, com data-base a partir de 01 de Março de 2020.

Sinsexpro-sp pede intervenção da OAB Nacional

O Sinsexpro apresentou denúncia à OAB nacional sobre o descaso da OAB SP com suas/seus trabalhadoras/es.

SP: Secretaria de Saúde notifica conselhos profissionais sobre Prevent

Gorinchteyn pede que Cremesp, Coren-SP e CRF-SP adotem medidas necessárias para fiscalizar procedimentos adotados pela Prevent Senior

Conselhos profissionais precisam de concurso para contratar pessoal, diz 2ª Turma do STF

A 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal reafirmou jurisprudência da Corte e decidiu, nesta terça-feira (21/9), por unanimidade, que os conselhos profissionais precisam fazer concursos públicos para a admissão de funcionários.